Dá pra aprender a nadar depois de velho?

40 Flares Twitter 7 Facebook 30 Pin It Share 0 Google+ 3 Filament.io 40 Flares ×

O que impede a maioria das pessoas de começar no triathlon é a natação e sempre me perguntam: dá pra aprender a nadar depois de velho? Sim dá e é mais fácil do que você imagina.

A natação deve ser entendida como um esporte a parte, muito diferente do ciclismo e da corrida. Na natação o que importa é a técnica. Primeiro aprende-se a nadar depois pensa-se em aumentar a distância percorrida no treino.

Após alguns anos ensinando natação, descobri o melhor método para ensinar adultos a nadar. O método foi desenvolvido por um cara chamada Terry Laughlin e chama Total Immersion total immersion Natação nadar melhor nadar mais rápido aprender a nadar .

Com a metodologia TI, em poucas sessões conseguimos mudar significativamente o estilo das pessoas a ponto de mudar a relação das pessoas com a água.

Uma dica é primeiro olhar o DVD total immersion Natação nadar melhor nadar mais rápido aprender a nadar e depois ler o livro total immersion Natação nadar melhor nadar mais rápido aprender a nadar , porque para quem nunca viu os exercícios fica quase impossível um pouco difícil de entender só com a descrição do livro.

Minhas dicas infalíveis para iniciantes

Aqui estão as dicas que considero mais importante para os iniciantes:

  • Para se propulsionar para frente com o menor esforço possível, foque na rotação dos ombros tentando manter o seu corpo na horizontal (para gerar menos resistência), não adianta bater pernas que nem doido ou fazer muita força com os braços. Saiba que a pernada, para nadadores iniciantes, contribui apenas com 3% da propulsão gerando 70% de todo o cansaço.
  • Manter o corpo na horizontal é uma consequência de manter a cabeça alinhada com o corpo. Mantenha a cabeça na mesma posição de quando você está andando e faça o deslize do braço debaixo d`água e não na superfície. Veja o vídeo aos 49seg. Perceba como o nadador usa sua pernada; o movimento de perna serve apenas para ajudá-lo a mudar de um lado para o outro e ajudar a estender o seu braço à frente do corpo. Esse é o segredo para conservar sua energia.

 

 

  • Lembre-se que nadar crawl é nadar alternando a sua posição de um lado para o outro (voltando o tronco para as laterais da piscina), e não nadar com a barriga volta para baixo o tempo todo. Mantenha a posição estendida do corpo (igual a do educativo “perna lateral”) mudando de lado a cada braçada.
 total immersion Natação nadar melhor nadar mais rápido aprender a nadar

Educativo de perna lateral é importante para que você acostume com a posição lateral do corpo.

Para quem já escalou ou fez boulder, a técnica é semelhante ao de enconstar o quadril na parede para poder alcançar mais longe. Para testar, fique encostado de frente para a parede e levante o seu braço direito o mais alto que puder. Agora vire de lado e apoio o lado direito do quadril na parede, levante o braço direito o mais alto que puder: você será capaz de levantar o seu braço pelo menos um palmo mais alto. Isso faz uma tremenda diferença.

  • “Fure” a água com a ponta dos dedos angulados para baixo e estenda os seus braços abaixo de sua cabeça. Estenda os braços mais baixo e mais longe do que você acha que acha necessário. Essa pressão para baixo irá fazer com suas pernas subam e você consiga diminuir o atrito de seu corpo com a água. Se você realizar o movimento corretamente vai quase parecer que você está nadando na descida. Veja o vídeo abaixo.

    • Foque em aumentar o tamanho das suas braçadas (menos braçadas por piscina) e não em aumentar o ritmo de suas braçadas. Tente deslizar mais a cada braçada e diminuir o número de braçadas para atravessar a piscina.
    • Durante as primeiras sessões pense na aprendizagem e não no treino ou em quanto você está nadando em cada sessão. O que queremos é treinar o sistema nervoso central para se acostumar a realizar os movimentos de forma correta, e não treinar a parte cardiovascular. Se você se sentir cansado é porque não está usando a técnica de maneira correta. Pare pense e tente fazer corretamente, repetir um exercício educativo de maneira errada é a chave para desenvolver um estilo ruim.
    • Extenda o seu braço o máximo e rotacione o corpo todo (não só a cabeça) para espirar.  Nadando em águas abertas é necessário rotacionar o corpo mais do que na piscina.
    • Pratique o educativo “patient catch” do vídeo anterior. Esse educativo é uma variação da pegada dupla mas com enfoque na rotação de tronco.  A dica é manter seu braço esticado a frente do corpo até que a outra mão entre na água.

Algumas dicas para começar:

      1. Nadadores usam sungas, pangarés usam shorts. Deixe sua vergonha de lado e compre uma sunga para aprender a nadar, nadar de bermuda é o mesmo que ter um paraquedas atrás de você dificultando seus movimentos.
      2. Deixe de ser avarento e compre um bom par de óculos. Atualmente eu uso o Hammerhead Latitude, mas existem dezenas de óculos bons por ai. Dê preferência a óculos mais robustos e com borracha de silicone, que duram mais do que borrachas de látex.
      3. Nadar em uma piscina rasa é melhor. Se você está começando procure um piscina rasa onde dê pé e você consiga sentir-se seguro. A medida que for evoluindo procure piscinas mais fundas.

Para terminar:

Divirta-se, depois de aprender a técnica correta da natação nadar se torna algo relaxante e agradável!

Gostou de nossos artigos e quer recebê-los por email? É só clicar aqui!

Você pode também seguir nosso perfil no Twitter!

Categorias: Água e Triatlo.

Comments

  1. Muito bom as dicas,eu nado desde criança aprendi na raça e aos poucos fui aperfeiçoando minhas braçadas,embora eu estou quase sem tempo de nadar eu adoro nadar,fui na piscina estes dias e confesso que prefiro o mar ou repreza,tento ensinar minha namorada e tá dificio ela até sabe boiar,mas tem muito medo!!!!!!Gostaria que ela aprende-se a nadar,para nadarmos juntos,tento ensinar com maior paciencia do mundo!!!!!mas não tem jeito,ela até consegue nadar um pouco,mas logo para ,diz que esta com medo!!!!!!!Vai entender,acho que na reencarnação passada ela morreu afogada,não possivel!

  2. Fico feliz que você tenha gostado do artigo.
    Quanto a ensinar sua namorada a nadar recomendo colocá-la para ter aulas na piscina e ter pasciência. É importante respeitar o seu medo, cada um tem seu tempo pra aprender.
    Se ela gostar de nadar em menos de 1 ano estará ao seu lado em suas braçadas no mar ou nas represas.
    Abração,

  3. carlos vieira

    oi gostei muito das dicas acho q dificulta uma pessoa a aprender a ja adulto feito meu caso acho q por vergonha ou constragemento queria por gentileza q me passasse dicas de como boiar e existe cursos de natações para pessoas adultas??

  4. Olá existe sim alguns cursos de natação para adultos. Aqui na minha cidade, São José do Rio Preto, eu ministro algumas auals de natação para ensinar os adultos nadarem. Onde vc mora? Não é muito difícil encontrar aulas de aprendizado de natação para adultos.
    Anotei a sua sugestão e vou tentar escrever algo sobre o assunto.
    Obrigado pelo comentário!
    Abraço,

  5. joao ribeiro

    pARA PROVAS CURTAS, QUAL É A MELHOR RELAÇÃO BRAÇADAS/RESPIRAÇÃO??
    A GRANDE DIFICULDADE QUE TENHO~´E QUE NA SAÍDA NÃO CONSIGO DAR A TAL DE “FILIPINA” NÃO CONSIGO FAZER O MOVIMENTO DE QUADRIL. COMO POSSO APRIMORAR O DESLIZE NA SAÍDA??

  6. Augusto Nunes

    Poxa Rodrigo, adorei o artigo! É bem difícil encontrar qualquer informação sobre natação para adultos para web, mas seu artigo além de bem completo, dá dicas excelentes. Parabéns!
    Gostaria de aproveitar para pedir uma opinião: estou pra me matricular em uma academia que tem natação para adultos (que não sabem nadar), mas fiquei inseguro quanto ao tamanho da piscina. É bem pequena, com cerca de 7 metros de comprimento no máximo(!). Como sou alto (1,83m) custo a acreditar que conseguirei desenvolver um bom aprendizado naquele “tanque”. O professor jura que isso não influencia em nada, e que consegue me ensinar. Será que estão apenas querendo meu dinheiro ou é possível mesmo aprender a nadar numa piscina tão pequena? Fico pensando que com duas braçadas vou chegar do outro lado e assim não vou nunca conseguir executar o tal movimento completo de braço.
    Agradeço a atenção!

    Abraço,

  7. Fico contente que você tenha gostado do artigo, Augusto.
    Quanto a sua pergunta, se você tem medo d`água é possível fazer o trabalho de adaptação ao meio líquido nessa pequena piscina, ou seja, a primeira parte do trabalho. Mas na hora de aprender a nadar será necessário sim uma piscina maior.
    Uma piscina tão pequena, realmente não possibilitará que suas habilidades aquáticas se desenvolvam!
    De qualquer forma, tente procurar uma academia com uma estrutura melhor e persistência nessa empreitada. O começo dessa jornada será à passos de formiga, mas depois de um certo tempo, a evolução acontece mais rapidamente.
    Não tenha pressa na fase de adaptação e leve com bastante seriedade os exercícios de respiração, mergulhos e flutuação pois eles são a base para você aprender a nadar.
    Abraço,
    Ps: Quero saber quando você tiver aprendido a nadar!

  8. João, a melhor relação de braçadas respiração depende da distancia da prova. O mesmo nadador normalmente utiliza padroes diferentes de respiração em provas diferentes, mas que tal tentar 6×1 para provas de 50m e 4×1 nas provas de 100m, pra começar?
    Quanto à filipina, não tem outro jeito, o caminho é treinar bastante!
    Desculpe a demora pra responder!

  9. Bruno, é estimado que mais de 70% da população possua um desvio na coluna, e desses poucos desvios atrapalham realmente os esportes.
    Fica difícil dar um diagnóstico a distância, mas se você não tiver nenuma lesão na coluna é provável que você possa nadar todos os estilos, sim.
    Abraço,

  10. Roberto Rodrigues

    Boa tarde Rodrigo, gostei muito das suas dicas e técnicas para iniciantes na natação, que é o meu caso. Estou tendo aulas (2 X por semana) e, a minha maior dificuldade é o estilo crawl e na hora de respirar…Vc teria uma dica para facilitar meu aprendizado na respiração. Abraço.

  11. Roberto Rodrigues

    Bom dia Rodrigo!
    Sim, já me ajudarão muito e todas as outras técnicas e dicas que lí procuro executar nas aulas, senti que consegui me soltar mais e ter um maior progresso na aprendizagem, adquiri mais confiança nos movimentos.
    Fico no aguardo do artigo sobre a respiração…
    Abraço e obrigado.

  12. Mila

    Tenho quase trinta anos e não sabia nadar. Quando precisava atravessar de uma margem à outra de um rio que não dava pé, o fazia (pelo menos não sou das mais medrosas..), mas toscamente, sem enfiar a cabeça na água, pois nunca havia exercitado respiração pra natação, além de ter rinite (vasomotora e alérgica) e uma capacidade pulmonar um pouco baixa, segundo os exames apontaram (sou bem forte muscularmente – sou acrobata aérea -, mas meus treinos se restringem a atividades anaeróbicas), daí quando enfiava a cabeça dentro da água acabava me atrapalhando e engolindo água, um fiasco rss.

    Sei boiar razoavelmente, vou de um lado a outro da piscina, vai e volta, de costas com os braços esticados pra trás batendo o pé, flutuando com quadril na linha da superfície, só que aí fico o tempo todo respirando fora da água, minha dificuldade é com a coordenação da respiração, nos primeiros metros é fácil mas ao longo do exercício meu nariz vai entupindo e daí sinto muita resistência para soltar o ar pelo nariz dentro da água, tenho que fazer uma força que ainda não tenho para expirar o ar através de um nariz entupido, e daí eu acabo engolindo muita água. Comecei a fazer aulas de natação, mas o professor não entendeu direito esta minha dificuldade do nariz entupido, vocês (Rodrigo e leitores) teriam alguma dica para me dar quanto a isso?
    Valeu pelo artigo, achei as dicas muito pertinentes. Abraço!

  13. Mila, obrigado pelo seu contato.
    O seu caso não é muito incomum. Muitas pessoas que tentam aprender a nadar depois de adultas, tem essa dificuldade.
    Embora a pressa de sair nadando logo, seja grande. Devemos gastar um bom tempo aprendendo a controlar a respiração dentro d’água.
    Desencane um pouco de querer nadar, e dedique-se a aprender a flutuar, submergir, controlar a respiração. Inspirar com a cabeça fora d’água e expirar com a cabeça dentro d’água.
    Enquanto não dominar a respiração é inútil ficar tentando aprender os movimentos.
    Esse ano ministrarei um workshop de natação voltado para adultos. Divulgarei aqui no Espírito Outdoor. Assine nosso lista de emails para receber as novidades tão logo elas saiam.
    Abraço,

  14. Ricardo

    Rodrigo,

    Onde posso comprar os DVDs do método Total Immersion aqui no Brasil? Tentei comprar na Amazon (mais de 6 meses atrás), mas não chegou (a receita federal deve ter travado). Achei o livro na Saraiva, o DVD ainda não encontrei.

    Parabéns pelos artigos e desde já muito obrigado,
    Ricardo.

  15. Ernani Franco

    Cara entrei essa semana em um curso de natação, aqui em Belo Horizonte/MG. O curso e ministrado pelos Bombeiros, muito atenciosos e pacientes, mas ja ate pensei em desistir, o processo de bater pernas e complicado para mim, sendo que ja sofri um afogamento, so de sentir a agua pegando nos ouvidos, aquele espaço vago cheio de agua e eu sem equilibrio ja fico apavorado….. Quero muito aprender, mas o medo ñ deixa.

  16. Ernani, não desista. Parabéns pela coragem de enfrentar o seu medo.
    No entanto acho que o curso dos bombeiros pode ser muito pra vc nesse momento. Talvez seja necessário tirar um pouco o pé e dedicar mais tempo à adaptação no meio líquido, para depois poder acompanhar o curso.
    Com isso você respeita seu medo, se adapta à água e se tiver um pouco de paciência e dedicação, logo estará nadando.

  17. marcelo

    oi rodrigo boa noite parceiro,bom meu caso nao diferente dos demais,eu ja fiz aula de nadaçao mais nao continuei por que achei que nao ia aprender.fui na praia esta semana e fiquei com inveja das pessoa nadando e eu nada literalmente ,eu sei algumas coisas por exemplo: eu consigo bater os braços mais eu canço muito rapido e nao consigo nada nem 3 metros ai eu pergo o folego,o que eu esou errando? e outra pergunta e dificil saber ficar no lugar da piscina funda sem se afundar? deste ja agrdeço

  18. Marcelo, segundo o seu relato, apesar de vc já ter feito aula de natação, me parece que você não ficou tempo suficiente para adaptar-se ao meio líquido. Respiração, mergulho, flutuação e nado de sobrevivência, são habilidades à serem aprendidas por um iniciante antes de se aventurar às primeiras braçadas.
    Procure um bom professor e dedique-se um bom tempo a aprender as habilidades básicas, antes de partir para o nado.
    Abraço!

  19. mairsa

    Oi, Rodrigo você nada fazendo carinho na água, adorei suas dicas vou usar na próxima aula tenho 53 anos e faz 1 ano e meio que aprendi a nadar estou amando a natação, pratico 3 vezes por semana por 45 minutos, sou aplicada e determinada em aperfeiçoar o nado através da técnica , se possível coloque dicas para o nado peito dando destaque para a pernada . Parábens e obrigado – Marisa

  20. Antônio Ferreira

    Faz 3 semanas que estou fazendo aulas de natação. Saí do zero total e do pavor da água. Consigo mergulhar bem e tenho bastante fôlego, mas só me sinto seguro onde dá pé. Já estou no estágio de bater perna segurando a prancha, mas nem sempre consigo sair do lugar. Gostei e favoritei o site. Valeu pelas dicas! Vou colocar em prática já na próxima aula.

  21. Edneia

    Olá Rodrigo! Gostei bastante de seu artigo.
    Tenho 43 anos e há 10 meses iniciei aulas de natação. Assim que comecei não tinha qualquer contato com a água, na piscina somente ficava na borda. Agora aprendi o nado costas e o crawl com respiração frontal. No último dia 10 de Agosto, fui avaliada e passei para o nível seguinte, onde irei aprender ondulação e crawl com respiração lateral (acho que é este o termo). Estou muito contente, pois no início achei que não conseguiria, em razão de não ter qualquer condicionamento físico, era mesmo sedentária!
    Agora estou feliz e e costumo ir às aulas tres vezes por semana.
    Obrigada.

  22. Parabéns pelas suas conquistas Edneia. Natação só é aprendida com muita dedicação, paciência e um instrutor bom.
    Abraço e obrigado por compartilhar a sua história conosco, certamente ela irá incentivar outros a começarem a nadar também!

  23. Antônio, parabéns pelo seu início!
    As vezes é necessário voltar atrás e retomar os exercícios de adaptação ao meio líquido, pois são eles que nos deixam mais a vontade dentro d’água.
    Grande Abraço,

  24. Cristiano Moraes

    Eu corro a muitos anos porém não sabia nadar, iniciei os treinos em maio 3 vezes por semana, neste mes outubro no dia 5 fiz meu primeiro biatlhon (750m agua e 5km correndo). Em suma tenho 33 anos e consegui, creia basta querer e treinar! em dezembro farei meu primeiro short Triatlhon!

  25. Roberto de Oliveira Neves

    Gostei muito destas informações publicadas com relação ao aprendizado de natação p/ pessoas mais idosas!

  26. Edmilson

    Olá Rodrigo Parabéns pelos artigos, bem consegui o livro e o DVD do Terry Laughlin, porem, por ser tudo em inglês estou tendo dificuldades em por exemplo, qual a distancia para cada exercício???
    Desde já muito obrigado

  27. Edimilson, o ideal é começar com repetições de 25m. distâncias mais curtas são mais fáceis para se manter a técnica. Com a melhorar da sua eficiência na água e com a familiarização dos exercícios, você pode aumentar esse tempo.
    A dica é respeitar o seu ritmo de aprendizagem e não ter pressa. Na maioria das vezes, indo mais devagar aprende-se melhor.
    Abraço,

Trackbacks

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Pronadar and rodrigo langeani, Espírito Outdoor. Espírito Outdoor said: Dá pra aprender a nadar depois de velho? http://espiritooutdoor.com/?p=861 [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>